Cidadania Italiana – Análise de documentos para o Reconhecimento

A análise de documentos é uma das etapas mais importantes para o reconhecimento da cidadania italiana. É durante a análise que é verificada de forma minuciosa a viabilidade da prática, assim como a necessidade de retificação das certidões brasileiras, que podem ser feitas de forma administrativa diretamente nos cartórios ou judicialmente através de uma ação na Justiça.

E por que quase sempre há necessidade de retificação?

Vamos imaginar o cenário em que os imigrantes italianos chegavam ao Brasil lá nos idos de 1870, 80, 90…
Depois de mais de 1 mês em alto-mar e sem falar nenhuma palavra em português, os italianos desembarcavam e eram recepcionados por brasileiros que também não falavam italiano, ou seja, havia uma imensa dificuldade de comunicação. Devemos ainda levar em consideração que a maioria dos imigrantes eram pessoas de origem humilde e muitas vezes também analfabetos. 

Já dá para entender a confusão que isso causava, não é mesmo? 

Naquela época os responsáveis pelos cadastros dos imigrantes basicamente “escreviam aquilo que entendiam”, e os imigrantes sem saberem ler para confirmarem seus dados, ainda mais em português, deixaram de forma involuntária muitos erros passarem despercebidos, e foi assim que muitos nomes e sobrenomes foram alterados, datas e locais de nascimentos trocados e por aí vai. 

Consequentemente esses erros foram passando para as gerações futuras e famílias inteiras cresceram portanto sobrenomes escritos de forma diferente do original. De forma geral, as certidões mais antigas, muitas vezes ainda escritas à mão, também costumam apresentar as mais diversas informações desconexas, precisando assim, serem retificadas para que todos os documentos que formam a pasta exigida para o processo de reconhecimento da cidadania italiana esteja perfeitamente apta ao ser apresentada aos órgãos competentes.

Estima-se que 95% das certidões de um processo precisam de retificação.

A importância e a necessidade da análise documental 

Os dados dos seus documentos devem estar iguais, ou seja, com as informações batendo e baseados na certidão de origem, que é como chamamos a certidão de nascimento italiana do seu dante causa, o seu antenato nascido na Itália que te transmite a cidadania. Ela é a principal certidão do seu processo.

Uma certidão italiana jamais é retificada, os dados que aparecem lá são os dados corretos e que devem ser seguidos, servindo de guia. Isso quer dizer que certidões que vêm depois é que devem ser retificadas baseadas nas certidões italianas. 

E é por isso que é extremamente importante que uma pasta de documentos seja profissionalmente analisada. Ela não pode apresentar nenhuma inconsistência em todas as informações contidas ali. 

Quando falamos de Itália, a pasta de documentos que vai ser apresentada no comune deve ser clara, fácil de entender e, acima de tudo, facilitar a vida do oficial que vai analisá-la ao invés de complicá-la. 
Quando todos os seus documentos estão corretos, gera-se automaticamente maior credibilidade e isso é extremamente importante pois causa uma boa impressão e todas as etapas que envolvem o reconhecimento tendem a caminhar de forma mais tranquila já que começaram da forma correta.

Devido a grande quantidade de fraudes documentais descobertas nos últimos anos e cidadanias canceladas, os oficiais italianos estão naturalmente mais rigorosos, afinal não é do interesse de ninguém que o seu local de trabalho passe a ser investigado ou auditado.

Inconsistências na documentação podem gerar dúvidas nos oficiais e outros documentos comprobatórios podem vir a ser solicitados, atrasando assim toda a sua prática.

O que é verificado na análise de documentos

A análise de documentos deve ser feita em todas as certidões do processo e todas devem estar em inteiro teor, pois é neste formato que vemos todas as informações contidas naquele documento. O formato em inteiro teor é uma espécie de “raio x” de uma certidão simples. Além disso, é assim que as certidões são apresentadas para a prática do reconhecimento da cidadania italiana. 

A análise funciona como “um pente fino” em todas as informações. São verificados nomes, sobrenomes, grafias, idades, locais de nascimento, as datas em geral e toda e qualquer informação pertinente. Absolutamente tudo é analisado a fim de que a pasta esteja apta a ser apresentada às autoridades competentes de forma impecável. 

Conclusão

Além dos anos de experiência em análise de documentos, somado a expertise de saber exatamente como funcionam os “comuni” na Itália, uma análise de documentos bem feita viabiliza a prática do reconhecimento e aumenta substancialmente o êxito no reconhecimento da cidadania italiana.

A eficiência da conclusão do processo começa, primordialmente, com uma boa análise documental.

A Itália Legal fornece um relatório completo e minucioso que pode ser apresentado aos cartórios para pedidos de retificação via administrativa ou para qualquer advogado caso as retificações sejam vias judiciais.

Não viaje para a Itália na dúvida. É um investimento muito alto para se correr riscos desnecessários. 

Solicite uma análise de documentos conosco e garanta o sucesso da sua prática!

Deixe o seu comentário