Cidadania Italiana – onde pesquisar sua árvore genealógica online e gratuitamente

Na hora de buscar a documentação necessária para o reconhecimento da cidadania italiana, a maioria das pessoas têm dificuldade na hora de montar a árvore genealógica de sua família. A tarefa realmente não é fácil, pois, com o passar do tempo muitas coisas acontecem – documentos se perdem das mais variadas formas, grafias de nomes são modificadas, histórias deixam de ser contadas oralmente e, assim, muitas informações preciosas vão se perdendo através das gerações. Porém não é missão impossível realizar tal tarefa, especialmente hoje, quando a tecnologia é nossa aliada e várias ferramentas foram desenvolvidas a fim de facilitar tais buscas. Confira a seguir dicas que podem te ajudar a encontrar informações valiosas sobre os seus antepassados e a sua ascendência.

 

Family Search

Hoje em dia é possível acessar sites gratuitos de pesquisa genealógica, como o famoso e utilíssimo Family Search, que é a maior coleção de registros históricos e genealógicos compartilhado do mundo. São mais de quatro bilhão de nomes registrados e o número de informações não pára de crescer. O arquivo é mantido há mais de 100 anos pela Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias (também conhecidos como Mórmons), pioneiros na criação dos primeiros padrões para reunir, capturar as imagens, indexar e preservar registros, e onde é possível encontrar documentos de imigrantes que chegaram ao Brasil entre 1902 e 1980. 

Geneanet

Existe também o Geneanet,  lançado em 1966 por entusiastas de genealogia, a  comunidade possui atualmente mais de 3 milhões de membros que compartilham suas informações gratuitamente, e cujo acervo já registra mais de 6 bilhões de pessoas em árvores genealógicas. 

Museu da Imigração

O Museu da Imigração do Estado de São Paulo, situado na capital paulista, conta com um banco de dados online que soma mais de 250 mil imagens disponíveis para consulta e download gratuito, em uma ferramenta que revoluciona o acesso a fragmentos da história paulista e brasileira,  permitindo buscas baseadas em diferentes parâmetros e critérios: cartas de chamada, registro de matrícula, cartografia, iconografia, Requerimentos da Secretaria da Agricultura, Comércio e Obras Públicas, jornais, e um dos mais pesquisados, a Lista Geral de Passageiros para o Porto de Santos, que conta com a relação dos imigrantes embarcados no período de 1888 a 1965, principalmente em portos europeus, com desembarque previsto no Porto de Santos. Nesta lista constam informações sobre parentesco, nacionalidade, sexo, estado civil, profissão, idade, religião, grau de instrução, dados do passaporte, procedência e destino. Esta documentação era preenchida pelas companhias de navegação e entregue a um funcionário da Inspetoria de Imigração no Porto de Santos. 

 Arquivo Nacional

O Arquivo Nacional, localizado no Rio de Janeiro, possui milhares de informações documentais referentes a imigração no Brasil. Para obter um documento que comprove a nacionalidade de algum antepassado a fim de solicitar a dupla cidadania por exemplo, o interessado é orientado a consultar na base de dados SIAN – Sistema de Informações do Arquivo Nacional, as listas de entradas de estrangeiros nos portos brasileiros que chegaram ao país de navio entre 1875 e 1910, e pedidos de naturalização desde 1823. O fornecimento dos documentos é gratuito.

Extra – Associações de genealogia

O Brasil tem grupos e associações específicos de pesquisa genealógica, entre elas está a Associação Brasileira de Pesquisadores de História e Genealogia (Asbrap), que fornece ajuda à pesquisa genealógica.
Situado em São Paulo, o acervo da Biblioteca Genealógica da Asbrap está disponível ao público no Mosteiro de São Bento, no centro da cidade.  Para pesquisar pessoalmente é indispensável que o interessado agende sua visita através do número de telefone fornecido no site.

Esperamos que essas informações sejam úteis e que você obtenha êxito nas suas pesquisas.
Alla prossima! 

Deixe o seu comentário