Como funcionam os pedágios na Itália

Viajar de carro em outros países é sempre muito prazeroso e também uma grande aventura, afinal cada lugar tem as suas particularidades – diferentes regras, condutas,  leis, sistemas de atendimentos e por aí vai.

Se você pretende viajar de carro pela a Itália, saiba que em boa parte das estradas você paga o valor do pedágio de acordo com o trecho percorrido, o que é mais justo, convenhamos. 

Normalmente as estradas italianas têm uma boa condição de manutenção, são seguras e sinalizadas. É bem comum ver obras de melhorias sendo feitas com frequência inclusive. Obviamente que também existem as estradinhas sinuosas de mão dupla que podem ser bastantes assustadoras para quem não está acostumado. Se você passar por alguma delas, redobre a sua atenção.

Aqui na “Bota”, você encontra dois tipos de estradas: as SS (strade statali), que são estatais e, portanto, gratuitas, e as A (austostrade), que são pagas. Em ambos os casos as vias são boas, mas geralmente as estradas pagas são melhores pois contam com postos de serviço,  acostamento e o caminho costuma ser mais rápido também.

Os pedágios 

Em relação ao pedágio, diferente do Brasil onde você sempre paga pelo trecho total independente do seu ponto de entrada e de saída, na Itália existem dois tipos de pedágio – às vezes você paga um valor fixo independente do trecho que percorrer, porém, na maioria das vezes, o valor cobrado é referente apenas ao trecho que você percorreu, ou seja, proporcional ao que você “usou da estrada”.

Como funciona

As estradas possuem pedágios tanto nas entradas quanto nas saídas. Se ao retirar o bilhete na entrada do guichê este já tiver o valor calculado na hora da impressão, você está pagando o trecho com valor fixo. Já se no bilhete emitido não houver nenhum valor, você vai pagar somente na saída.

Atenção: as cancelas podem até estar abertas, mas você deve parar obrigatoriamente para pegar um bilhete. Na saída, você deve apresentar esse ticket. Com ele, será feito o cálculo de quantos quilômetros você rodou desde o seu ponto de entrada e você paga um preço correspondente ao trecho percorrido. 

Nessa segunda etapa, é importante ficar atento a qual cancela se dirigir. As placas azuis escrito Carte indicam os guichês em que só é possível pagar com cartão de crédito. É importante salientar que as bandeiras aceitas são Visa, Mastercard, AMEX e Diners, além de bandeiras europeias. O cartão Elo não é aceito no exterior.
As placas brancas com um desenho de notas e moedas indicam os guichês que só aceitam pagamento em dinheiro. Existem ainda as placas brancas com um pequeno ícone azul embaixo, onde é possível pagar tanto com dinheiro quanto com cartão. E, finalmente, existem os guichês com uma placa amarela escrito Telepass, equivalente ao nosso SemParar, portanto, não entre ali se você não possuir o equipamento e não for associado.

Atendimento automático

Normalmente o atendimento nos pedágios é feito automaticamente nas máquinas e não há um funcionário para te atender, então você terá que fazer a operação sozinho. No entanto não entre em pânico – basta inserir as notas, moedas, cartão e bilhete nos lugares sinalizados nos locais indicados e a máquina emitirá o ticket para você.

Caso você tenha algum problema e a máquina não emita o bilhete por exemplo, aperte o botão vermelho para pedir ajuda e um funcionário falará com você através da máquina. Muitas das máquinas há instruções em inglês, alemão e francês, além do italiano, e todas elas são quase ‘auto explicativas’, pois há desenhos bem específicos, então, provavelmente, você não terá grandes problemas.

Em caso de perda do bilhete do pedágio ou se sem querer você passar na cancela de entrada sem retirá-lo, pressione o botão vermelho e diga no seu melhor italiano “ho perso il biglietto”. Um funcionário vai falar com você e  provavelmente perguntar em qual cidade você entrou para calcular na hora o valor a ser pago. Uma dica: não minta! É tudo monitorado por câmeras e pela placa do carro, ou seja, é possível confirmar a informação que você está passando.

Muito importante

Nunca, em nenhuma circunstância, dê ré nas praças de pedágio. É muito perigoso e a multa a ser paga é bem salgada! 

Curiosidades

Na Itália carros de passeio e motos pagam o mesmo valor e na Sardenha, pasmem, não existe pedágio!

Gostou do artigo?

Compartilhe e alla prossima!

Deixe o seu comentário