Verão na Itália – Super dicas para aproveitar a temporada de saldos que já começou!

O verão chegou com tudo no velho continente! Na Itália, as temperaturas têm ficado acima dos 30º todos os dias para alegria dos italianos que aproveitam esta época do ano para lotar piscinas, clubes e as belíssimas praias do país.

É também em julho que se iniciam os saldos de verão, um dos momentos mais aguardados para os viciados em compras e também para aqueles que gostam de economizar, e cá entre nós, os italianos são bons na arte de fazer economia.
Além disso, é uma ótima oportunidade para comprar com desconto aquela peça que vai fazer toda a diferença na sua produção veranil.
Em toda a Itália, o dia “oficial” designado para o início dos saltos é 6 de julho, com exceção de algumas regiões, como a Ligúria e a Sicília, que saíram na frente e iniciaram dia 1º de julho.

Super dicas para aproveitar ao máximo a temporada de compras:

 

1. De todos os dias da semana, o mais adequado para compras é quinta-feira segundo Kristen Regine, professora de marketing com doutorado em Administração de Empresas pela Johnson & Wales University em Rhode Island (Nova Inglaterra), EUA. “Quinta-feira é um dia chave para os consumidores porque os descontos geralmente ocorrem no quarto dia da semana”. A quinta-feira também é o dia que antecede o fim de semana prolongado de sexta-feira-sábado-domingo (onde há a maior concentração de tráfego em shoppings e áreas comerciais) sendo ideal para não encontrar as lojas lotadas e ter uma experiência de compra mais tranquila.

2. A palavra-chave para compras a preços mais baixos é “liquidação”. Quando os varejistas querem se livrar de produtos em estoque e precisam exibir suas novas coleções, é aí que os descontos mais interessantes são aplicados. O inventário é o momento decisivo em torno do qual os descontos giram: normalmente ocorre duas vezes por ano, em fevereiro e agosto, como aponta o especialista em marketing Darrin Duber-Smith. Portanto, os produtos das coleções anteriores (caracterizados por um estilo que estava na moda no ano e na temporada que acabou de terminar) serão liquidados em janeiro e julho. As cores consideradas desatualizadas ou inadequadas para a temporada atual serão, portanto, desconsideradas em super promoções.

3. Geralmente as marcas e as lojas estabelecem períodos coincidentes com os dos anos anteriores para liquidarem tudo. Kristen Regine dá o exemplo da Sephora – a famosa cadeia de perfumaria que todos os anos concentra os maiores descontos no mês de maio. Já a Amazon sempre escolhe o mês de julho. A maioria das marcas, no entanto, segue as regras universais dos descontos: em janeiro para liquidar os produtos das coleções de outono-inverno e  junho e julho para as coleções primavera-verão. A professora Kristen Regine sugere ficar de olho também nas promoções online, que chegam através de e-mails.

4 . A tecnologia também desempenha um papel fundamental na economia. Um exemplo? Aplicativos para smartphones e tablets que informam sobre promoções e várias liquidações, comparando os preços entre as lojas e notificando tudo em tempo real. Muitas vezes os próprios aplicativos oferecem cupons e descontos para seus usuários. Kristen Regine destaca os aplicativos “Shop It To Me” e “Krazy Coupon Lady” como excelentes aliados para compras inteligentes. Na Itália, o aplicativo “DoveConviene” é muito popular (disponível para sistemas iOS e Android, com mais de 4 estrelas de 5 e mais de 290 mil avaliações no Google Play) e “PromoQui”, também disponível para iOS e Android. Ambos aplicativos geo localizam shoppings e lojas onde haverão desconto, sendo assim excelentes mecanismos de busca para informar os consumidores com base nos setores de produtos e na “lista de desejos” de cada um. E falando em “listas de desejos”, elas também são importantes aliadas na hora da economia: inserir um produto nessas listas permite que você observe as mudanças de preço, encontrando assim o melhor momento para comprar.

5. Quanto mais longe do início dos saldos, mais economia você faz no momento da compra. Os descontos normalmente começam com 20%, 30%, depois 50% e chegam a até 70%. Aumentando gradativamente conforme o final dos saldos se aproximam. Vale a pena monitorar o preço do produto que você tem em mente e ao mesmo tempo ficar atento pois os tamanhos e modelos vão ficando cada dia mais escassos.

Pronto! Depois deste tutorial você está mais que preparado para aproveitar os saldos de verão na Itália.

Veja o calendário de descontos por região e se programe. Boas compras!

Abruzzo: de 6 de julho a 29 de agosto
Basilicata: de 2 de julho a 2 de setembro
Calábria: de 6 de julho a 1 de setembro
Campania: de 6 de julho a 30 de agosto
Emília-Romanha: de 6 de julho a 30 de agosto
Friuli-Venezia Giulia: de 6 de julho a 30 de setembro
Lazio: de 6 de julho a 15 de agosto
Ligúria: de 1 de julho a 14 de agosto
Lombardia: de 6 de julho a 30 de agosto
Marcas: de 6 de julho a 1 de setembro
Molise: de 6 de julho a 30 de agosto
Piemonte: de 6 de julho a 26 de agosto
Puglia: de 6 de julho a 15 de setembro
Sardenha: de 6 de julho a 30 de agosto
Sicília: de 1 de julho a 15 de setembro
Toscana: de 6 de julho a 30 de agosto
Úmbria: de 6 de julho a 30 de agosto
Vale de Aosta: de 6 de julho a 20 de agosto
Vêneto: de 6 de julho a 31 de agosto
Província Autônoma de Bolzano: de 5 de julho a 17 de agosto.

Deixe o seu comentário