Viagem para o exterior e a obrigatoriedade de vacinação contra a febre amarela

Devido ao surto de febre amarela em alguns estados brasileiros, muitos viajantes estão na dúvida se são obrigados a comprovar a vacinação contra a febre amarela.

A Itália, seguindo o posicionamento da maioria dos países Europeus, não exige a apresentação do Certificado Internacional de Vacinação ou Profilaxia (CIVP). Ou seja, quem tem bilhete aéreo com destino à Itália, pode ficar tranquilo, pois o governo italiano não exige dos visitantes brasileiros a obrigação da vacina contra a febre amarela.

Muita atenção no caso de escalas e conexões

Nestes casos, a necessidade ou não da vacinação contra febre amarela dependerá do entendimento de cada país onde você apresentará o seu passaporte.

Até o momento, segundo a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), os países que alteraram o status de exigência em relação ao Brasil foram Panamá, Nicarágua, Venezuela, Costa Rica, Equador e Cuba. Desta forma, os viajantes que partirem do Brasil com destino a esses países deverão apresentar CIVP válido, isto é, com o registro de vacinação contra a febre amarela realizada pelo menos dez dias anteriores à viagem.

Confira a lista de países que exigem certificado de vacina da febre amarela, segundo a OMS:

Afeganistão, África do Sul, Albânia, Antígua e Barbuda, Angola, Anguilla, Antilhas Holandesas, Arábia Saudita, Argélia, Austrália, Bahamas, Bangladesh, Bahrain, Barbados, Belize, Benin, Bolívia, Botsuana, Brunei, Burkina Fasso, Burundi, Butão, Cabo Verde, Camboja, Camarões, Cazaquistão, Cingapura, Chade, China, Colômbia, Congo, Coreia do Sul, Costa Rica, Costa do Marfim, Djibouti, Dominica, Egito, Equador, Eritreia, El Salvador, Etiópia, Fiji, Filipinas, Gabão, Gâmbia, Gana, Guiné Equatorial, Granada, Guadalupe, Guatemala, Guiana Francesa, Guiné, Guiné-Bissau, Haiti, Honduras, Iêmen, Ilhas Maurício, Ilhas Reunião, Ilhas Salomão, Ilhas Seychelles, Índia, Indonésia, Irã, Iraque, Jamaica, Jordânia, Kiribati, Laos, Lesoto, Líbano, Libéria, Líbia, Madagáscar, Malaui, Malásia, Maldivas, Mali, Malta, Martinica, Mauritânia, México, Mianmar, Moçambique, Montserrat, Namíbia, Nauru, Nepal, Nova Caledônia, Nicarágua, Níger, Nigéria, Omã, Panamá, Papua-Nova Guiné, Paquistão, Paraguai, Quênia, Quirguistão, República Centro-Africana, República Democrática do Congo, Ruanda, São Cristóvão e Nevis, São Vicente e Granadinas, Saint-Barth, Saint Helena, Saint Martin, Samoa, Santa Lúcia, São Tomé e Príncipe, Senegal, Serra Leoa, Somália, Sri Lanka, Sudão, Suazilândia, Suriname, Tailândia, Tanzânia, Timor Leste, Togo, Trinidad e Tobago, Tunísia, Uganda, Venezuela, Vietnã, Zâmbia, Zimbábue

Visite o site da Anvisa e obtenha as últimas informações sobre o assunto. A exigência ou não do certificado de vacinação contra a febre amarela também pode ser consultada diretamente nos sites dos consulados ou das embaixadas de cada país destino.

 

L’Italia è sempre una buona idea!

Deixe o seu comentário