Conheça 18 diferentes tipos de cafés italianos 

Se tem uma coisa que é levada muito a sério na Itália, essa coisa é o café nosso de cada dia.

A tradição de se tomar um café fresco e feito de forma tradicional é visível no dia a dia dos italianos.

Prova disso é que a rede americana Starbucks abriu a sua primeira loja no país apenas em 2018, em Milão, sem assustar os pequenos donos de bares tradicionais locais que disseram o seguinte na ocasião: “O verdadeiro café italiano jamais será substituído”.

Picuinhas à parte, a verdade é que existem inúmeros tipos de café na Itália e nós fizemos uma lista para que não haja dúvidas na hora de pedir, pois você pode cair numa “pegadinha” pensando em como a  bebida é servida no Brasil.

Vamos lá?

1. Caffè espresso – Esse é considerado o verdadeiro café, como se fosse a definição de um café. Em italiano se escreve assim mesmo, com “s”. O café expresso italiano é bem forte e vem numa pequena xícara. Esteja ciente de que a quantidade que vem é bem pequena.
2. Caffè Decaffeinato – Como o nome já sugere, este café não contém cafeína e é ideal para se tomar de noite sem prejudicar o sono.
3. Caffè Doppio – é o café espresso em dose dupla, ou seja, mais semelhante a quantidade que estamos acostumados a ver no Brasil.
4. Caffè Ristretto – É tipo um caffè espresso só que ainda mais concentrado e forte. A quantidade que vem também é bem pequena.
5. Caffè lungo – O café lungo é um café espresso feito com mais água. Quando pedimos um café fora da Itália, normalmente o que vem é o caffè lungo e não o caffè espresso como imaginamos.
6. Caffè Macchiato caldo: É um caffè espresso com um pouco de leite quente.
7. Caffè Macchiato freddo: É um café espresso normal, quente, que vem com um pouco de leite frio à parte. Obs.: Macchiato significa manchado em italiano, então é como se o caffè fosse “manchado” com um pouco de leite.

8. Macchiatone – É um caffè espresso com espuma de leite até a metade da xícara, ou seja, vem mais quantidade que o Macchiato normal.
9. Caffè Corretto – É um caffè espresso com uma pequena dose de licor, normalmente grappa, ou até sambuca e brandy.
10. Cappuccino – É um caffè espresso mais longo servido com espuma de leite em uma xícara grande. O cappuccino italiano não leva açúcar,  canela ou chocolate, ou seja, não tem nada a ver com aquele cappuccino que conhecemos no Brasil.A bebida também é consumida, geralmente, na parte da manhã, então será estranho se você pedir um cappuccino no meio da tarde por exemplo.
11. Mocaccino: É uma variação do cappuccino porém mais adocicado. Em algumas variações, o moca pode ser servido com um pouco de chocolate quente e creme, se assemelhando mais com que conhecemos como cappuccino.
12. Marocchino É um caffè espresso servido com espuma de leite polvilhado com cacau em pó. Ele pode ser decorado e levar um pouco de chocolate em calda. Esse café é originário de Alessandria.
13. Caffelatte – É um caffè espresso com leite morno servido em uma xícara. Seria o equivalente a um café com leite no Brasil ou o latte americano.
14. Latte macchiato – É o contrário do caffelatte, ou seja, um copo de leite quente servido com um caffè espresso derramado por cima.
15. Caffè Shakerato ou caffè freddo – É um caffè espresso agitado com gelo e servido tipo drink.
16. Caffè Ginseg – É um caffè espresso com extrato de ginseng e açúcar. Normalmente também vem acrescido de creme de leite ou nata. Muito energizante graças a união da cafeína com o ginseng!
17. Caffè D’Orzo – É um caffè que na verdade não é café pois é feito com cevada, ou seja, sem cafeína.
18. Caffè Pedrocchi – O caffè Pedrocchi é originário de Pádua e leva caffè espresso, leite quente, creme de leite, chocolate em pó, açúcar e xarope de menta. Refrescante e muito diferente!

Você sabia que existiam todos esses tipos de café na Itália? Qual o seu preferido?
Conte para nós, compartilhe e alla prossima!

 

Deixe o seu comentário